A importância da qualidade na limpeza hospitalar

A limpeza hospitalar é tão importante quanto um bom atendimento em hospitais, laboratórios, clínicas e todos os tipos de locais que trabalham com saúde.  Quando entramos em um hospital e observamos um ambiente limpo e higienizado, não nos damos conta de quantos resíduos são produzidos diariamente naquele ambiente. Pacientes e funcionários são expostos a todo tipo de doença e a limpeza hospitalar é de fundamental importância para diminuir os riscos de contaminação.

Os cuidados com a limpeza hospitalar devem ser bem maiores que os cuidados com uma limpeza comum, devido ao fato de pessoas doentes entrarem e saírem daquele ambiente todos os dias. Ou seja, deve ser isento de qualquer tipo de erro. Qualquer higienização mal feita em um ambiente hospitalar pode abrir portas para surtos de doenças.

 

O que é limpeza hospitalar?

Quando nos referimos à limpeza hospitalar, não falamos somente em manter ambientes limpos e desinfetados. A limpeza hospitalar inclui de termômetros a recipientes de álcool em gel. Além dos ambientes, objetos utilizados, seja em cirurgia ou em um simples atendimento, devem ser higienizados a cada paciente. A higienização de funcionários é extremamente importante, afinal, que diferença faz um ambiente limpo se suas mãos estão infectadas? Além disso, é importante reservar um local para os funcionários deixarem seus uniformes de trabalho. Isso evita que certos germes cheguem aos espaços esterilizados.

Descarte de lixo hospitalar

 

Hospitais têm a capacidade de produzir uma quantidades muito grandes de lixos perigosos. E quais são os lixos considerados perigosos? Os perfuro-cortantes, ou seja, objetos capazes de perfurar e/ou cortar. Por que esse tipo de material é considerado perigoso? Eles oferecem grande risco de transmissão de doenças infectocontagiosas; os químicos, que são bastante diversificados, e os radioativos, devem ser tratados no interior do hospital.

 

É de extrema importância saber como atuar no recolhimento, descarte e higienização total de ambientes propícios à contaminação é necessário. Normalmente, gerentes de hospitais e clínicas contratam uma empresa especializada em limpeza, para preservar seus enfermeiros e funcionários de riscos excessivos.

Riscos de uma limpeza mal feita

 

Se um surto de doença se espalha pelo ambiente hospitalar devido a uma higienização mal feita, a qualidade do serviço prestado no hospital ficará a prova. Além de vírus e bactérias que se disseminam pelo ar, os riscos biológicos causados por objetos perfuro-cortantes contaminados são preocupantes. Quando ocorrem possíveis acidentes, eles são potencialmente perigosos, pois inúmeras doenças podem ser transmitidas, como o HIV, por exemplo.

Portanto, uma limpeza hospitalar bem executada deve ser uma prioridade para gestores de hospitais e clínicas, pois evita a contaminação e disseminação de infecções. Em nosso blog, você pode conhecer seis quesitos importantes na limpeza hospitalar.

 

Limpeza profissional de superfícies hospitalares

 

Os hospitais são locais que precisam de absoluta limpeza e higiene, pois abrigam diariamente centenas de pacientes com diferentes tipos de doenças. A limpeza profissional de superfícies hospitalares é essencial para evitar a propagação de infecções que possam piorar o estado de saúde dos pacientes e deve ser feita com muita atenção e cuidado.

Além de ajudar na proteção dos pacientes, a limpeza profissional de superfícies hospitalares mantém o piso e outras superfícies conservadas, protegendo a passagem de pedestres e estendendo a vida útil dos pisos. A limpeza profissional de superfícies hospitalares deve ser realizada apenas por funcionários com experiência, pois em um hospital existem diversas áreas onde a limpeza precisa ser executada de diferentes maneiras, para garantir a eficácia do serviço.

Existem áreas críticas onde localizam-se pacientes em estado mais grave, consequentemente onde o risco de infecções é maior, como unidades de terapia intensiva, laboratórios, necrotérios, entre outros ambientes. As áreas menos críticas são as enfermarias, salas de espera, ambulatórios e outras áreas onde existem pacientes com menor risco de adquirir uma infecção. Também há setores onde não circulam pacientes com frequência, mas que também necessitam de limpeza.

Realizando o serviço com extremo cuidado

 

Uma empresa de limpeza profissional de superfícies hospitalares vai saber exatamente como proceder a execução da limpeza nesses ambientes, com os produtos e máquinas adequados para esses locais. Nos hospitais, a limpeza profissional de superfícies hospitalares não deve deixar de ser feita durante longos períodos, pois é um local que precisa de higiene frequente devido as condições de saúde de seus pacientes.

 

Limpeza hospitalar especializada

 

Como vimos acima, muitos gestores contratam empresas especializadas para realizar a limpeza hospitalar. Empresas que possuem funcionários treinados e altamente capacitados para o serviço. A Combine Serviços fornece um serviço de limpeza e conservação para toda a cidade de São Paulo e outras capitais. Temos experiência para garantir o bem estar dos seus pacientes e funcionários.

Entre em contato conosco e conheça nossos serviços!

contato@combineservicos.com.br

Rua Alvarenga Peixoto, 290

Cep 05095-010 - Lapa - SP

11-2872-5565